O Blog do Movimento de Moradores do Alto do Lagoal e Vale da Terrugem

Ponto de encontro e mobilização dos habitantes do Alto do Lagoal e Vale da Terrugem dirige-se, também, a todos os interessados pelas questões da cidadania e melhor qualidade de vida.
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


sexta-feira, 17 de julho de 2009

CIRCUITO DO COMBUS




5 comentários:

Clotilde Moreira disse...

De 90 em 90 minutos ????: isto é uma eternidade. Aqui em Algés/Linda a Velha/Cruz Quebrada é de 60/6o minutos e já é um susto. Para mim o Combus é um faz de conta. O que é preciso é dispor-se de transportes de "ligação" e de "proximidade". Há sítios no nosso Municipio onde as populações não têm ligações. E se os inteligentes fizessem mesmo um estudo/levantamento (já há muito matéria sobre o assunto)e instalassem mesmo um serviço de transportes alternativo quanto baste ao automóvel?

Clotilde

José António disse...

.

Uma decepção, o horário.

Duvido que tenha muita adesão.

José António Baptista

.

José António disse...

.

Voltei só para acrescentar uma coisa na qual estes srs. NUNCA pensam.

Um serviço destes poderia ser um motor para a 'movida' dos idosos do concelho, isto é, podia ser um convite a que saíssem de casa e fossem passear, quer para os jardins, quer para irem assistir a eventos, espectáculos, exposições, palestras, saraus de poesia, cinema ou teatro, o que seja, quer apenas para se encontrarem por aí num café e passarem um bom bocado a conviver.

Mas para isso seria necessário que o serviço tivesse maior frequência e funcionasse aos fins de semana e feriados, que é quando as coisas acontecem.
Assim, condenam-se os idosos a ficarem em casa, a menos que sejam pessoas com posses para poderem andar a pagar táxis (pois as camionetas também não são alternativa).

A título de exemplo, há cidades em Portugal, p.ex. Évora, de concelhos bastante mais pobres que o de Oeiras, que têm um serviço similar com grande frequência, nos centros históricos, a passar de 20 em 20 minutos e GRATUITO, sem paragens fixas, bastando fazer sinal, quer para entrar quer para sair - note-se a importância também para o Turismo.
Mas enfim, são autarquias geridas por gente inteligente, sensível e com bom senso...

José António

.

Clotilde Moreira disse...

José António

O Algés Lés a Lés (bem sei que era só dentro da freguesia) era gratuito (com o que eu não concordo totalmente, à partida)e andava sempre às voltas podendo assim servir para irem fazer compras e voltar quase logo de seguida. Ouvi dizer através de outros que os "velhos" se instalavam lá dentro e andavam a passear (?).
Penso que como está o Combus é um pouco para tapar o "sol": existe mas serve para muito pouco.
Vamos empurando pode ser que chegue onde fôr preciso.

Clotilde

João disse...

Isto é mesmo para tapar o sol com a peneira. Daqui a uns tempos vai ser retirado, porque dizem que há pouca adesão: com horários de 90 em 90 minutos, o que é que queriam?